Internamento


Acomodações:

O Hospital Agenor Paiva possui 120 leitos distribuidos nas áreas de Uti Geral e Uti Neuro, Semi-Intensiva, Clínica Cirúrgica e Clínica Médica e Pediatria. As acomodações estão preparadas para fornecer segurança e bem-estar aos pacientes. Todos os apartamentos e enfermarias possuem ar-condicionado, televisão e internet sem fio (wirelless). Nos apartamentos as acomodações são individuais e nas enfermarias há, no máximo, três leitos por quarto.

Processo de Internação:

Para tornar mais ágil a internação dos pacientes, fique atento para a documentação necessária:

Internações particulares: RG e CPF do paciente e do responsável pelo paciente.

Internações cobertas por convênio: RG e CPF do paciente; cartão e autorização do convênio e RG e CPF do responsável pelo paciente.

Para a comodidade dos pacientes e acompanhantes, durante o período de internação a equipe do Hospital Agenor Paiva providencia, junto aos convênios, as autorizações necessárias para a realização dos procedimentos.

Todo o processo de internação deverá ser entregue no Setor de Internamento logo após a orientação e emissão do pedido médico.

Na eventualidade de algum procedimento não obter cobertura do convênio, o Hospital Agenor Paiva informa ao paciente ou responsável. É muito importante que os acompanhantes tenham cuidado com golpes telefônicos com pedidos de depósitos bancários ou entrega de dinheiro para procedimentos. Os profissionais do Hospital Agenor Paiva não estão autorizados a fazer qualquer tipo de contato telefônico com o objetivo de cobrança por procedimentos. Sempre que for necessário tratar desse tema, o contato será feito de forma presencial com o responsável pelo paciente.


Informações importantes:
 

Que objeto pessoal devo levar para o Hospital?

Sugerimos que os pacientes tragam pijamas, camisolas e chinelos, além de itens para higiene pessoal. O Hospital Agenor Paiva fornece roupas de cama e banho. O Hospital não se responsabiliza por objetos de valor deixados nas acomodações.

Como obter informação sobre um paciente internado?

Por questões de sigilo, segurança e respeito ao paciente e sua família, o Hospital Agenor Paiva não fornece informações sobre o tratamento e estado de saúde dos paciente pelo telefone. Essas informações são fornecidas pelo médico, apenas pessoalmente, e para familiares e responsáveis.

 


Quais dias e horários de visita?

Unidade

Horário

Observação

UTI e Semi Intensiva Geral

11h às 12h;

16h às 17h;

20h às 20h30

Os pacientes da UTI e Semi Intensiva Geral podem receber dois visitantes por turno e ter o horário de visita estendido de 14h às 17h, fale com a equipe da UTI para ver as condições.

 

UTI e Semi Intensiva Neuro

11h às 12h;

16h às 17h

Os pacientes podem receber três visitantes por turno. Durante a semana o boletim médico será divulgado no horário de 16h às17h, já nos fins de semana os visitantes devem verificar com a recepção da UTI qual o horário previsto para a divulgação dos boletins.

 

Enfermaria e Pediatria

14h às 18h

Cada paciente poderá receber 4 visitantes, sendo que terão acesso ao quarto apenas dois de cada vez

 

Apartamentos

10h às 18h e troca de acompanhante até as 21h

A quantidade diária de visitantes é ilimitada, porém, só é permitida a entrada de duas pessoas de cada vez.

 

 

Como obter cópia dos resultados dos exames realizados durante o período de internação?

Os exames realizados durante o período de internação devem ser solicitados à enfermagem no momento da alta. Exceto os exames de imagem que são entregues 48 horas após a alta no setor de entrega de exames na portaria principal.

 

Como obter o prontuário médico?

O prontuário médico é o conjunto de documentos que contém o registro de todas as informações referentes aos cuidados prestados ao paciente pela equipe multiprofissional. É a principal ferramenta de comunicação entre os profissionais que participam da assistência ao paciente.
As informações contidas no prontuário são de propriedade do paciente sendo a guarda física responsabilidade do Hospital. Toda informação gerada é de caráter sigiloso, apenas as pessoas que participam dos cuidados ao paciente e aquelas autorizados por ele ou por seu representante legal poderão ter acesso ao prontuário. Em caso de necessidade de cópia do documento, deverá o próprio paciente e/ou seu representante legal solicitá-la ao Serviço Social, após a alta do paciente.


Serviço de nutrição para os pacientes

O serviço de nutrição clínica é responsável pela dieta do paciente internado, estabelecendo um cardápio individualizado, levando em consideração a dieta prescrita, sua enfermidade, as necessidades nutricionais e as informações contidas nas questões levantadas pela enfermagem e médica. É necessário que o paciente ou acompanhante forneça as respostas corretas, para que os hábitos alimentares do paciente sejam conhecidos e respeitados. Os cardápios estão adequados a qualquer tipo de patologia ou restrição alimentar, o que dispensa a escolha de qualquer outra preparação. Quando necessário, a nutricionista fará as adaptações. Não é permitido oferecer aos pacientes alimentos e/ou bebidas que não sejam fornecidas pelo serviço de nutrição sem autorização da nutricionista. O consumo destes poderá prejudicar o tratamento e restabelecimento do paciente. Para garantir a higiene e organização da unidade em que se encontra o paciente internado, não é permitido o estoque de alimentos nos leitos.


Horários das refeições:

• Café da manhã: 6h às 8h
• Lanche da manhã: 10h às 10h30
• Almoço: 12h às 13h (liberações pós procedimentos até às 14h)
• Lanche da tarde: 15h às 16h
• Jantar: 17h30 às 19h (liberações pós procedimentos até às 19h30)
• Ceia: 21h às 22h


Serviço Social

O serviço social do Hospital trabalha no acolhimento e humanização do atendimento aos pacientes, familiares e cuidadores.


Horário:  Segunda a sexta-feira de 8h às 17h.


Home Care (Assistência domiciliar)


Para que o paciente mude da internação hospitalar para a domiciliar, o médico assistente deve fazer a indicação por meio de relatório que será encaminhado ao convênio pela equipe do serviço social. Em seguida, é necessário aguardar a avaliação do convênio e da empresa de assistência domiciliar, o paciente somente poderá passar para a internação domiciliar após a aprovação de ambos.